Portal RBC

O PIX FACILITOU A VIDA DO POVO BRASILEIRO.

Pix é uma forma automática mais rápida, fácil e barata (sem cobrança de tarifas bancárias) de pagar coisas e transferir dinheiro entre pessoas que finalmente foi lançada em novembro de 2020 e em menos de um ano se tornou um dos principais meios de fazer transações financeiras no Brasil (por junho de 2021 foi responsável por 30% de todas as transferências de dinheiro no país).

Você só precisa se inscrever no Pix com qualquer conta bancária e, em seguida, recebe uma palavra-chave para informar a qualquer pessoa, em vez de fornecer seus dados bancários. Você também pode criar um código QR específico anexado à sua palavra-chave. Ou, se preferir não ter que memorizá-los e usá-los, basta informar a outra pessoa seu número de celular ou CPF (cadastro nacional de pessoa física, número individual que todo brasileiro maior que uma criança pequena deve ter) e faça a transferência de dinheiro em um aplicativo imediatamente.

Diferença entre Pix e outros meios de transferência e de pagamento.

O Pix foi criado para ser um meio de pagamento bastante amplo. Qualquer pagamento ou transferência que hoje é feito usando diferentes meios (TED, cartão, boleto etc.), poderá ser feito com o Pix, simplesmente com o uso do aparelho celular.

As transferências tradicionais no Brasil são entre contas da mesma instituição (transferência simples) ou entre contas de instituições diferentes (TED e DOC). O Pix é mais uma opção disponível à população que convive com os tipos tradicionais. A diferença é que, com o Pix, não é necessário saber onde a outra pessoa tem conta. Você realiza a transferência a partir, por exemplo, de um telefone na sua lista de contatos, usando a Chave Pix. Outra diferença é que o Pix não tem limite de horário, nem de dia da semana e os recursos são disponibilizados ao recebedor em poucos segundos. O Pix funciona 24 horas, 7 dias por semana, entre quaisquer bancos, de banco para fintech, de fintech para instituição de pagamento, entre outros.

As transações de pagamento por meio de boleto exigem a leitura de código de barras, enquanto o Pix pode fazer a leitura de um QR Code. A diferença é que, no Pix a liquidação é em tempo real, o pagador e o recebedor são notificados a respeito da conclusão da transação e o pagamento pode ser feito em qualquer dia e horário.

As transações de pagamento utilizando cartão de débito exigem uso de maquininhas ou instrumento similar. Com Pix, as transações podem ser iniciadas por meio do telefone celular, sem a necessidade de qualquer outro instrumento.

O Pix tende a ter um custo de aceitação menor por sua estrutura ter menos intermediários.

Mais detalhes sobre a diferenciação entre o Pix e os demais meios de transferência e de pagamento podem ser visualizadas na FAQ do Pix.